Brasil firme na briga pelo título do ISA World Bodyboarding Championship

Publicado em 11 dezembro 2015

BRA_Team_SeanEvansIquique (Chile) – 11 de dezembro de 2015 – Nessa sexta-feira,11, o ISA Bodyboarding World Championship definiu seus primeiros finalistas no terceiro dia de competições do evento em Iquique, no Chile. Bicampeã do evento em 2002 (África do Sul) e 2013 (Venezuela), Neymara Carvalho é a primeira brasileira classificada para a disputa da medalha de ouro na categoria Open Feminino. Além da capixaba, Eder Luciano e Lucas Nogueira – Open Masculino – , Sócrates Santana – Sub-18 Masculino -, Victoria Moraes – Sub-18 Feminino – e Daniel Alves – Drop Knee – estão na disputa.

“Estou muito feliz. Essa é a minha chance de conquistar uma vitória expressiva no ano após o meu retorno ao Circuito Mundial. Nessa etapa não consegui nenhuma vitória no Tour e agora estou muito focada em busca do tricampeonato do ISA. Quero o título individual e também ajudar o Brasil por equipes. Temos plenas condições de sair daqui com o título e vamos em busca disso”, disse Neymara após sua bateria.

Para chegar a grande decisão, Neymara venceu a bateria final da chave principal. Ao lado da francesa Anne Cecile Lacoste, a capixaba avançou para a Grande Final (como é conhecida a bateria que define a medalha de ouro) e agora aguarda por mais duas adversárias, que virão da final da repescagem.

Na Open Masculino, Eder Luciano e Lucas Nogueira se recuperaram das derrotas na chave principal e estão firmes na luta pela vaga na Grande Final. O catarinense, bicampeão do evento em 2012 e 2013, terá pela frente no Round 6 da Repescagem o japonês Hayato Enokido e peruano Yoni Aguirre. Já Lucas, encara o francês Pierre Louis Costes e português Daniel Fonseca, na mesma fase. Por terem perdido na fase principal, o caminho até a medalha é mais longo. Para chegar a disputa do título a dupla precisa avançar mais três baterias.

Pela categoria Sub-18 o Brasil segue invicto com Victoria Moraes e Sócrates Santana. Campeão mundial Pro Junior em 2015, Doutorzinho passou mais uma na fase principal e agora tem pela frente apenas mais uma bateria até chegar à Grande Final. Na bateria dessa sexta, o carioca surfou com a experiência de um veterano e garantiu a segunda posição na bateria ao lado do peruano Ronald Gomez. Na final, Sócrates e Ronald terão companhia e Yoshua Toledo (Chile) e Stephanos Kokorelis (Portugal), sendo que os dois primeiros avançam a briga pela medalha de ouro e os outros dois caem para a final da repescagem.

Na mesma situação está a carioca Victoria Moraes, que se garantiu na final da chave principal após o segundo lugar em sua bateria. Em busca de uma vaga na Grande Final, Victoria enfrenta Anais Veliz (Chile), Kim Veteau (França) e Shiori Okazawa (Japão).

Encerrando, o Brasil ainda conta com a força do talentoso atleta de Drop Knee, Daniel Alves. Pela primeira vez em anos a equipe foi completa para a competição, incluindo um especialista na modalidade e a participação de Daniel tem feito a diferença. Nessa sexta, o atleta garantiu vaga na final da repescagem e está muito próximo da briga pela medalha. Pela frente na decisão da chave, Daniel encara Martin Mouradian (França) e mais dois atletas que virão da fase anterior.

A única baixa da equipe brasileira até o momento ficou por conta da eliminação do capixaba Helliton Loureiro na categoria Open Masculino.